Blog PÓS SEPARAÇÃO

Simone Arruda | Psicóloga
CRPDF 01/13114

Existe vida pós separação?

Acredite é possível estar feliz e triste ao mesmo tempo, triste pelo término e feliz pela vida nova que floresce.

Compartilhe essa postagem

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

O fim de um relacionamento desperta diversos sentimentos como frustração, tristeza, medo, raiva, angústia e até de vingança. Pode fazer com que a pessoa se sinta perdida e desorientada.

Muitas mulheres precisam fazer uma mudança radical em suas vidas, lidar com questões de divórcio, guarda de filhos, separação de bens, mudança de nome, de casa entre outros. Tudo isso pode tornar o fim ainda mais complicado.

O sofrimento de uma separação é inevitável e pode levar meses, dias, ano. Cada uma tem seu tempo. Ficando difícil, às vezes, pensar que sairá dessa tempestade e que conseguirá viver algum dia, ter paz, tranquilidade, felicidade. Enfim, acreditar que existe vida pós separação.

Várias são as reações e emoções pós separação: algumas sentem raiva, outras choram, umas saem para balada logo, outras ficam em casa, algumas se dedicam mais ao trabalho, a família, enfim, buscam ficar ocupadas a maior parte do tempo para não pensar e sentir. Todas encontram uma forma de lidar com a dor, que é só sua.

Nesse artigo eu vou de dar algumas dicas de como começar a viver após a separação, mesmo sentindo dor, porque acredite é possível estar feliz e triste ao mesmo tempo, triste pelo término e feliz pela vida nova que floresce. Vamos para as dicas:

1º Fazer um limpa em casa – Das coisas que lembrem muito o ex – como fotos, presentes, objetos, se não der tudo pelo menos os que são desnecessários.

É necessário praticar o desapego físico e emocional. E fazer esse limpa faz parte do processo de fechamento de um ciclo, pode ser doloroso mas ao mesmo tempo é libertador. Assim você estará abrindo espaço para o novo entrar;

2º Estabelecer uma rotina – Mudanças levam a muito gasto de energia, porque você gasta mais tempo para pensar o que fazer, lutando com a vontade de não fazer nada, além do turbilhão de emoções comuns de aparecer.

Então estabelecer uma rotina ajudará na sua organização interna, trará benefícios para a sua saúde mental, porque irá te ajudar a saber o que fazer todos os dias, se sentindo mais produtividade, tendo momentos de concentração e atenção em outras coisas que não o ex, gerando previsibilidade, para seu corpo e mente podendo diminuir o nível de estresse ao nosso dia a dia, e assim acostumando a nova vida;

3º Autocuidado – É conjunto de ações que fazemos para cuidarmos de nós mesmo promovendo o bem-estar, satisfação e melhorando a auto estima também.

É algo importante de se fazer, já que muitas mulheres no decorrer do relacionamento acabam deixando a si mesmo de lado.

As ações de autocuidado vão desde de cuidados estéticos como cuidar do cabelo, pele, vestimentas quanto de praticar atividade física, se afastar de pessoas que te fazem mal, se relacionar com pessoas com boa energia, cultivar a espiritualidade, buscar coisas que dão prazer, resgatar hobbies, gostos ou criar novos, dizer não. Enfim, escolha uma ação para iniciar o autocuidado para se fortalecer;

4º Investir na sua auto estima – Ter uma boa auto estima é gostar de si, entendendo os aspectos positivos e negativos e mesmo assim gostando de quem se é.

E uma separação impacta muito o gostar de si. Pensamentos do tipo: “Eu não fui boa o suficiente”, “Eu fracassei”, “Ninguém vai gostar de mim”, “Eu vou ficar sozinha” acabam minando a auto estima fazendo que se olhe somente os aspectos negativos de si e impedindo de ver as próprias qualidades.

Então um bom exercício a se fazer diariamente é, todos os dias, colocar no papel pelo o que você merece mérito hoje, para forçar olhar o que há de bom em você;

5º Manter distância do ex – Desapegar do ex é um processo doloroso, então é comum arrumar formas de manter o vínculo, pelas redes sociais, buscando saber informações pelas pessoas próximas, mandando mensagens.

E manter esse vínculo só irá dificultar o processo de separação e aumentar o sofrimento pois te deixar presa a algo que já acabou. Então o mais indicado sempre é o contato zero, quando não se tem filhos envolvidos claro.

E o que é o contato zero? É você não ter mais nenhum tipo de contato com o ex, bloquear e excluir o contato no celular, deixar de seguir nas redes sociais, não estalkear e nem pedir para as amigas olharem, pedir para as pessoas próximas não fornecerem informações sobre o ex.

É doloroso fazer isso porém necessário para de fato conseguir seguir em frente e cortar o vínculo de vez. Distanciar-se do outro é uma forma de começar o processo de luto e permite sair mais rápido do sofrimento. Continuar conectado ao outro, leva a ficar parada no processo, causando mágoa, raiva, ranço e te impedindo de viver;

6º Crie novas memórias – É comum vir a mente lembranças positivas da vida a dois o que eleva o nível de sofrimento, então para combater esses pensamentos é importante você construir novas memórias dessa nova vida, as atividades de auto cuidado podem te ajudar nisso;

7º Exercitar-se – Exercício físico leva a sensação de bem estar e relaxamento além de ser uma oportunidade de tirar o foco no ex;

8º Procurar novos grupos – Para a nova vida é necessário fazer novas amizades, conhecer novas pessoas e um caminho bom para isso é buscar grupos por afinidades que são grupos que tenham os mesmos gostos que você;

9º Experimentar coisas novas – Faz a vida ficar mais gratificante e prazerosa, é uma forma de autoconhecimento e construir de uma vida nova.

Quero te dizer que é normal sentir tristeza, raiva, medo pelo o que virá. Já que você investiu seu tempo, suas emoções, sua vida nessa relação e tinha planos que não irão mais acontecer.

O que você precisa ficar atenta é quanto a tristeza persistir por mais tempo que precisaria, quando você começar a ter falta de esperança sobre o seu futuro, achar que não vai mais sair dessa situação, ficar descuidada de si, isolada, não querer sair da cama.

São sinais de alerta de que você tem que procurar ajuda de uma psicóloga porque o peso está maior do que você pode carregar e é possível ser mais leve e está tudo bem você pedir ajuda. Eu precisei e fui buscar ajuda para passar por essa tempestade. E hoje ajuda outras mulheres com a terapia online e passar por isso.

Simone Arruda

Simone Arruda

Psicóloga há 16 anos, especialista em pós separação, pós-graduada em Terapia Cognitiva Comportamental e em Dinâmica dos grupos pela Sociedade Brasileira de Dinâmica dos Grupos.

Sou professora de Eneagrama pela EPTP – Enneagram Professional Training Program, Co-autora do Livro “A Bíblia do Coaching”.

Com mais de 5.000 horas ministrando treinamentos comportamentais e mais de 2000 vidas impactadas

Novidades

7 formas de lidar com a ansiedade pós fim de relacionamento

Não importa que tipo de relacionamento você estava, se era ruim ou não. O fim de um relacionamento sempre é...

Leia Agora

Meu ex começou a namorar e agora?

Muitas mulheres relatam a angústia que sentem só de pensar nisso acontecendo, dor no peito, falta de ar aparecem.

Leia Agora

3 dicas de como superar a dependência emocional

Somos seres sociais, e se relacionar com pessoas, faz parte da nossa vida, é bom ter alguém para compartilhar.

Leia Agora

Eu casei para ser para sempre

Digo que valeu a pena, não me arrependo de ter casado, de viver o que vivemos, porque eu sinto que...

Leia Agora

Por que sofremos por muito tempo a dor da separação?

A nossa energia é voltada para encontrar alguém, para ser escolhida, casar, ter filhos, construir uma família, ter um pet...

Leia Agora

Será que eu dou uma segunda chance para o ex?

É comum nos términos a tentativa de retomar a relação, o movimento ioiô ou os flashes backs. Esse movimento acaba...

Leia Agora

Por que os relacionamentos terminam?

As relações não terminam do nada e o relacionamento tem uma dinâmica própria que não é só a soma de...

Leia Agora

Existe vida pós separação?

Acredite é possível estar feliz e triste ao mesmo tempo, triste pelo término e feliz pela vida nova que floresce.

Leia Agora

Inscreva-se Junte-se as mulheres que descobriram que a Separação não é uma tragédia, mas viver infeliz em um relacionamento sim.

Entre para minha lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Este blog é dedicado a mulheres que assim como eu passaram ou estão passando pela separação, e de certa forma sofrendo, agora estou aqui para te ajudar a acelerar esse processo sem passar por todo o sofrimento que pode estar te esperando.

visite minhas redes

© Simone Arruda – Todos os Direitos Reservados | Produzido por Leadclinic